Felipe Silos Ferreira vê demanda crescente do esporte na cidade (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Após estrear como modalidade olímpica nos Jogos Olímpicos de Tóquio, neste ano, o skate já começa a atrair mais atenção e ganhar novos adeptos.

O aumento na procura por aulas vem sendo percebido em muitos lugares e também reverberou em Itapira.

Prova disso é o competidor e empreendedor Felipe Silos Ferreira, 32, que acaba de se tornar professor da modalidade no município após receber pedidos para que ministrasse aulas particulares.

“O skate é o segundo esporte mais praticado no Brasil e os Jogos Olímpicos trouxeram mais visibilidade para essa modalidade”, confirma Ferreira. Há cerca de duas semanas ele recebeu um pedido para que desse aulas a um garoto de 6 anos.

“Na hora eu fiquei meio inseguro, mas decidi aceitar. O momento é agora, pois as pessoas estão mais interessadas em razão das Olimpíadas”, acrescenta. Dias depois, ele já passou a atender mais uma criança, uma menina de 9 anos.

Maior interesse está diretamente relacionado ao destaque do skate nas Olimpíadas (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Para Ferreira, grande parte do interesse das crianças pelo esporte se deve ao sucesso de Rayssa Leal, brasileira que aos 13 anos conquistou medalha de prata nas Olimpíadas.

As aulas individuais em Itapira estão abertas tanto pra crianças quanto para adultos, com uma hora de duração na Pista de Skate situada na Encosta do Penhão. Os interessados podem manter contato pelo telefone/WhatsApp (19) 9.8297-4968.

“A ideia é atender crianças, adultos, iniciantes ou não, enfim, qualquer pessoa que se interesse pelo skate”, diz o agora professor da modalidade, destacando que não há restrição ou pré-requisitos para a prática do esporte.

“Pelo contrário, é um esporte que une, não tem idade, não tem gênero. Itapira deveria dar uma atenção maior a essa prática”, defende.

Pista na Encosta do Penhão é palco de manobras radicais (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Entusiasta do esporte há quase 10 anos e com histórico de presença em competições nacionais e internacionais, ele aproveita para pedir que a Pista de Skate existente em Itapira receba mais atenção do poder público municipal.

“Todas as reformas realizadas na pista fomos nós, skatistas, que fizemos. Fomos atrás da Prefeitura para conseguir material e fizemos as melhorias. Agora, com a Feira Noturna de sexta-feira, mais pessoas vão começar a frequentar e isso também ajuda na visibilidade desse esporte na nossa cidade”, conclui Ferreira.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui