publicidade
As redes sociais estão cada vez mais presentes na vida de todas as pessoas. Seja a trabalho ou para passar o tempo, a porcentagem de indivíduos que não estão conectados é cada vez menor em todo o mundo.
Hoje em dia existem redes sociais focadas em compartilhamento de textos, fotos e vídeos, mas aplicativos que promovem debates ao vivo apenas usando o áudio dos participantes, como uma espécie de podcast, estão ganhando espaço.
O nicho ainda é recente e pouco explorado, e foi pensando justamente nisso que os amigos Rodrigo Tomaz, 37, e Pablo Paschoaletto, 35, decidiram tirar do papel um projeto antigo e criaram o aplicativo Zipstage.
Os dois são naturais de Itapira, mas Rodrigo reside nos Estados Unidos e Pablo no Canadá, e desenvolveram a plataforma colaborativa para que qualquer pessoa possa criar e publicar conteúdos em áudio, que por sua vez podem receber ‘retoques’ por meio de colaborações de outros usuários.
“A pessoa publica um áudio sobre qualquer assunto e, feito isso, qualquer outra pessoa pode colaborar com a postagem”, explica Rodrigo, destacando que os recursos iniciais são a extensão e a mixagem dos arquivos.

“Com a extensão é possível gravar trechos a serem adicionados a publicação original, como um comentário complementar por exemplo. Já a mixagem permite que músicos que não podem se reunir presencialmente possam postar seus arquivos e os demais integrantes gravam outras partes e incluem na mesma postagem”, acrescenta.
Os amigos são engenheiros e já se conhecem há mais de 20 anos, mas foi em 2017 que Rodrigo teve a ideia de criar o aplicativo e compartilhou o projeto com Pablo.
A ideia inicial do Zipstage era justamente reunir músicos do mundo inteiro, com base em uma experiência pessoal de Rodrigo, que sempre gostou de compor e tocar músicas com seus amigos, atividade que acabou sendo inviabilizada com a mudança para o exterior, em 2015.
“A proposta inicial era essa, mas a plataforma evoluiu à medida que fomos desenvolvendo. Percebemos que dava para integrar mais possibilidades”, completa. Em março deste ano, os dois amigos deixaram seus respectivos empregos para apostar exclusivamente no projeto.
A plataforma foi totalmente desenvolvida por eles, que precisaram estudar e aprender como criar aplicativos. “Trabalhávamos em áreas completamente diferentes, precisamos estudar e reciclar nossos conhecimentos sobre o assunto”, destaca Pablo.
Por enquanto, o aplicativo Zipstage está disponível somente para celulares com sistema Android – para baixar, clique aqui. Para entender melhor sobre o funcionamento da plataforma, assista ao vídeo abaixo. Para conhecer mais, acesse o perfil oficial no Instagram.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui